segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Olhos verdes, olhos vermelhos

Nunca sobrou tanta falta de inspiração como hoje.
Sempre me inspirei em pessoas, situações, amores, sejam eles relâmpagos, platônicos ou até mesmo naquelas paixões que duram um dia. Não me inspirei naquele olhar ou naquele bom dia acompanhado de um largo sorriso. 

Só sei que hoje faltou inspiração. 

É como se minha vida tivesse entrado em pause. Eu congelei enquanto eu observava o mundo em minha volta. Tudo tão sem graça, o mais do mesmo acompanhado do bom dia com sorriso forçado, a mesma mensagem ignorada, só que disfarçada de pessoa diferente, a mesma decepção da paixão repentina. 

Preciso de mais emoção em meus dias. Hoje foi pouco. O dia de hoje conta? Mais um dia ou menos um dia?

Deitarei ao som de Silverchair, mas primeiro vou terminar este chá de erva-doce com gengibre. Talvez role 2mg de clonazepam. É, hoje não deu. Vou superar mais este dia, vou superar a sua falta e dormirei na lembrança confortante dos seus olhos verdes, enquanto os meus... Os meus olhos se fecham para não mostrar o quanto estão vermelhos.

Nenhum comentário:

Ads Inside Post