sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O que toda mulher precisa

Toda mulher precisa de salto, um perfume doce e um colar grande. Mulher precisa de um vestido para festa, uma calça jeans para estudar e uma sapatilha para trabalhar. 


Aquele chinelinho de dedo para fazer compras no mercado, óculos escuros para dirigir, um creme hidratante para mãos na bolsa e um espelho embutido na carteira. Mulher precisa de um chocolate para acalmar, um pijama fofo para dormir e uma dose vinho para seduzir.



Toda mulher esbanja ternura quando olha debaixo para cima e revela paixões com um sorriso largo.



Há mulheres sensíveis que dissipam lágrimas muitas vezes sem préstimo algum, há aquelas que choram escondidas, todas choram.
Toda mulher, por maior que seja sua postura, por maior que seja sua "braveza", esconde dentro de si a delicadeza e uma extrema sensibilidade.



Mulher precisa de flores, mesmo que disfarçadas de abraços, mulher precisa de ser lembrada, mesmo que seja por telefone. Mulher precisa ser amada, mas tem ser por um verdadeiro homem.


quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Nunca fui magra

Gosto de massas, pode ser lasanha, pizza, croissant, salgado frito ou assado, macarrão com molho branco, vermelho, alho e óleo.
Prefiro uma barra de chocolate ao leite do que uma barrinha de cereal. Sair para jantar em uma churrascaria desperta a salivação só de imaginar a picanha sendo fatiada na minha frente.
Lanche com maionese e porção de batata frita fazem meus finais de semana mais saborosos.
Sim, gosto de leite com muito achocolatado acompanhado de bolachas recheadas. Gosto de torradinhas com patê de atum.
Tudo isso pode ser consumido com moderação. Os defensores da ditadura da beleza e magreza devem ter parado de ler no segundo parágrafo. Mas pense só quão é chata uma pessoa que NUNCA come um docinho para não ganhar pneuzinho!
A vida precisa de doce, precisa de sal, gordura, precisa de sabor. Devemos ser ecléticos para um bom convívio social. No almoço de domingo não vou fazer minha sogra comprar suco light só porque eu estou fazendo reeducação alimentar. "Pode colocar refrigerante, só um pouco, por favor."
De sobremesa pode ser fruta se tiver, mas não vou recusar um pedacinho do pudim porque quero ser magra!
Ora! Em qual artigo da Constituição Humana diz que devemos ser magras? Temos que cuidar da saúde. E quer saber qual é a verdadeira beleza? A mais sincera beleza está em ser feliz. Sorria com prazer e vê se você não fica mais bonita do que a carrancuda que não dá nem bom dia, apesar de ter a barriguinha chapada.
Eu acredito que melhor do que ser magra é se sentir bonita, ser feliz!
Apesar de tudo continuo minha reeducação alimentar com doces e travessuras! Quero ser feliz, o que vier a mais, a gente corre atrás do prejuízo ou não.
E tenho dito!
Lizzie Miller - Revista Glamour EUA

Pensamentos traduzidos

Quero dizer tanta coisa, mas apenas meu silêncio que diz tudo. É no olhar que grito o mais puro sentimento que muitas vezes me faz perder o sono.
Na incógnita do seu propósito, viajo em pensamentos insanos, que muitas vezes julgo por mim, pela cegueira do meu egoísmo ao acreditar que tudo posso saber. Mas o meu inferno vira paz. Chega e traz de volta o mundo real com as mais simples palavras, incógnitas reveladas no mais puro olhar, no mais singelo sorriso. Pronto! Derreto como parafina aquecida e entrego como criança quando vê ao longe o pai chegar do trabalho.
Finjo muitas vezes não saber nada, mas ao fingir, ainda uso de minha petulância achando que tudo sei. Tento abanar meus pensamentos ruins para longe e só assim o terei mais perto de meus braços, só assim posso desfrutar do olhar que me protege e me ama. Só assim consigo ser feliz. Afinal, o que preciso é ser feliz, e não ter razão.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Rascunhos II

Há tempos que ando não tendo tempo. Há dias que o meu relógio diminuiu as horas e tudo o que eu faço é às pressas.
Saio com os cabelos molhados e com a primeira roupa que encontro. Não dá tempo de ser vaidosa e nem de usar todas as minhas maquiagens e acessórios. Entre um caminho e outro uma parada só para comprar algo para comer e muitas vezes faço meus lanches caminhando.
O despertador toca e eu pulo junto com o primeiro toque, o celular toca e eu retorno depois. "Amanhã eu vejo, amanhã eu ligo, amanhã eu resolvo." Quando dá me maquio no caminho.
Pago contas com juros, nem sempre sobra tempo pra pagá-las pela internet.
Tempo, tempo, tempo! Se tempo é dinheiro eu ando com saldo negativo e pagando juros todos os meses.
Juros altíssimos que fazem eu parar por cinco minutos e dizer para um amigo: "Nossa como seu filho cresceu." E logo em seguida uma resposta convencional: "O tempo passa."Sempre entro em cheque especial quando eu encontro uma amiga de muitos anos e não posso parar pra saber como vai a vida, ela acelera o carro e eu continuo a engolir a comida enquanto amarro minhas sandálias.
Fernando casou, Adriana separou do marido, Juliana vai casar e o Estêvão vai ser papai. Tudo isso acontece e eu? Eu estou olhando o relógio enquanto coloco os brincos.
E nisso a vida se torna rascunhos de um texto (como esse) feito em vinte minutos. Será que depois dá tempo de eu passar a limpo?
Agora vocês me dão licença que preciso escovar os dentes enquanto faço xixi.

E tenho vivido!

(sem revisão)

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Setembro

6:10 AM.
O sonho começa depois que os olhos abrem. 
Água morna descendo sobre as costas largas, num rápido banho antes de malhar. Calça justa, top preto sob a regata azul, tênis amarrados. "Luvas, ok!" Toalha branca, hidrotônico... E o portão abre.
A manhã começa com muito suor na corrida dos objetivos. Fim do treino, hora de lutar para a segunda atividade do dia. 
Um banho com água mais fria, sabão escorrendo pelas pernas e uma manhã estupenda lá fora que aguarda mais um dia de labuta, luta e sonho.
Uma leve caminhada até o trabalho, sons dos pássaros mesclam ao sons de motores de carros e o varrer daquela vassoura manuseada pelas mãos enrugadas da velha senhora que está ali, todos os dias naquela calçada.
A brisa fria é logo aquecida pelos movimentos dos largos passos e pequenos raios solares que escapam das nuvens.
Mais uma quadra e antes de chegar ao escritório, a surpresa de um sorriso da esperança do amanhã que foi nomeada de criança. 
Só é o começo do dia, a continuação do sonho e Setembro só está começando!


Ads Inside Post