quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Changes

Estou um pouco sumida daqui, não é? Calma! Vou tentar explicar.

Um dia eu postei um texto Meio assim, sei lá..., desanimada, sabe? Nada para fazer, sem perspectivas, mas sempre sonhando.
Sabe quando no fundo no fundo a gente sabe que algo bom vai acontecer??
Quem me acompanha no Twitter , já leu tweets meus: "Algo bom vai acontecer."

Aprendi muito que profetizar palavras boas atrai coisas boas. Mesmo que tudo esteja uma b#$%#@, é sempre bom sorrir... Como diria Chaplin: " Sorri vai mentindo a sua dor, e ao notar que tu sorris, todo mundo irá supor que és feliz." 
E quando nós sorrimos só atraímos pessoas boas, pessoas do bem, pessoas que retribuem o sorriso.

Pois bem amigos, profetizei coisa boa. E Deus na sua infinita misericórdia, me deu uma nova oportunidade. Muita coisa aconteceu nesse comecinho de ano. Janeiro nunca foi tão extenso. Quanta coisa boa aconteceu e está acontecendo. Por isso ando um pouco sumida. Estou com a cabeça a mil. Pensando na faculdade, emprego novo e amigos novos que estão chegando por aí. 

É um grande salto que estou dando. Não estou terminando uma página. Estou terminando um livro com muito aprendizado, gargalhadas, choros e oportunidades.
Pessoas especiais não farão mais parte do meu cotidiano, ficarão nas boas lembranças e na minha saudade. São 3 anos e 4 meses de muita história. Entrei como um livro branco e só tenho gratidão. E reconheço cada minuto de aprendizado e paciência dos meus colegas de trabalho e em especial o Newton Figueira de Mello, contador, amigo, paciente. Ele que foi patrão da minha mãe há mais de 25 anos atrás. E deu a mim, também, a mesma oportunidade. Estou saindo feliz por tudo que aprendi aqui.
Agora estou começando outro livro da minha vida. Esse livro não está completamente em branco, ele contém rascunhos de sonhos que estou começando a realizar.

E que venha 2011!
Estou sempre pronta!

E tenho dito!



sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Par Perfeito

Estava andando pelas ruas da minha cidade.

Andando vagarosamente, observando tudo ao me redor. Realmente eu estava interessada em saber tudo o que estava acontecendo. Parecia que eu estava adivinhando que algo muito bom aconteceria na minha vida naquele dia. 

Foi quando eu vi!!!!
Eu estava esperando, eu estava em busca desse par perfeito há muito tempo.

Quando me dei conta, te olhei, e eu sabia que meus olhos estavam brilhando, pude ver o reflexo deles quando eu olhei você.

Era tudo que eu mais desejava. Meu sorriso chamava atenção em todos que estavam em minha volta... Impossível disfarçar esse encanto à primeira vista. Será que pode virar amor?

Sim, eu queria levar para minha casa e mostrar para todas as minhas amigas. 

"É você que eu quero." E detalhe: É meu número!!! 39.

"Pega para mim o 39, por favor?"

Par Perfeito!!!!



terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Metamorfose dos Parasitas

Chega de mansinho, não sabe de nada, pergunta de tudo. Não sabe onde está. Fica ali, acomoda, estagna, encosta...

Bons ouvintes, friamente calculistas, prudentes.

A vida não anda boa, precisa de muita coisa. "Me ajude pelo amor de Deus!"

Cuidado!! Parasitas estão soltos por aí.

Te sugam o sangue, as energias, forças, e quase não damos conta. Nós alimentamos com mãos na cabeça, cara de compaixão e depositando toda a confiança.

De parasita à uma lagarta, de lagarta à uma borboleta.

Mas não se pode comparar seres assim com uma bela e formosa borboleta. Essa borboleta é aquela que nós espantamos de casa, a "bruxa"!


E tenho ficado ATENTA!



quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Sobrevivente

"Dias sim, dias não. Eu vou sobrevivendo sem um arranhão, da caridade de quem me detesta"
(Cazuza, aquele LINDO)

Sim! Sobrevivente! E sem nenhum arranhão. Audácia não pode ser somente em palavras, tem que ter muita audácia nas atitudes também! E eu fui, mergulhei, nadei, dei muitas braçadas, quando senti que não podia mais respirar EU SALTEI... Respirei fundo, agradeci por saber nadar! Eis-me aqui, inteira!

"Pode me jogar de um abismo..... Eu te direi: EU ADORO VOAR" (Clarice Lispector)

Agora estou aqui, sentada olhando o céu sem nuvem, abraçando meus joelhos e sentindo a grama fofa  nos meus pés descalços. Recebendo a energia da natureza. Energia divina que me arrepia inteira, enfim, mais uma vitória. Uma vitória de uma luta incessante entre eu mesma. E uma voz serena ecoa em meus ouvidos:

"Levanta dessa grama, menina!!! Levanta!! A vida não para, o dia está aí, e seus sonhos e os objetivos te esperam com sua força e audácia!! Levanta, menina-mulher!!"


E tenho vivido!


segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Medo?

Quero mais é delirar, viver a cada instante, mudar de opinião. Mergulhar, aprender a nadar, afogar, tomar chuva, queimar com palito de fósforo, atravessar a rua correndo, dormir pouco, assistir desenho animado, xingar um pouco, brigar, pedir desculpas, perdoar...

Quero mais é amar a cada instante, me apaixonar pela vida, pelas pessoas, percorrer um caminho novo, pedir favores, recusar propostas, aceitar pedidos.

Quero abraçar tudo, e fugir de todos, assumir compromissos, desperdiçar tempo com bobagens, rir alto, chorar de rir, chorar de medo, chorar...


Quero  mais é abraçar os amigos, beber até cair, "não, hoje não vou beber", quero sentar no banco da praça e jogar conversa fora, quero correr, sentir o vento, sentir o calor, sentir o frio, sentir falta de ar, respirar fundo.

Quero sentir, queimar os pés no aslfato quente, mergulhar o pé no mar, abraçar o vento, fechar os olhos e viajar longe, abrir os olhos e observar o horizonte....

Quero mais é viver. Medo? Sem medo de ser feliz e ser infeliz!


EU NÃO TENHO MEDO!

E tenho dito!


Ads Inside Post