terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Metamorfose dos Parasitas

Chega de mansinho, não sabe de nada, pergunta de tudo. Não sabe onde está. Fica ali, acomoda, estagna, encosta...

Bons ouvintes, friamente calculistas, prudentes.

A vida não anda boa, precisa de muita coisa. "Me ajude pelo amor de Deus!"

Cuidado!! Parasitas estão soltos por aí.

Te sugam o sangue, as energias, forças, e quase não damos conta. Nós alimentamos com mãos na cabeça, cara de compaixão e depositando toda a confiança.

De parasita à uma lagarta, de lagarta à uma borboleta.

Mas não se pode comparar seres assim com uma bela e formosa borboleta. Essa borboleta é aquela que nós espantamos de casa, a "bruxa"!


E tenho ficado ATENTA!



5 comentários:

Chris Ribeiro disse...

Fico triste com pessoas assim, porque a única coisa que vão conseguir de mim é PENA.
Chega um dado momento em que a máscara sempre cai...

Este tema bate tanto com o que estou passando hoje, que poderia digitar umas 100 linhas, mas pessoas assim não merecem tanta atenção, trenzim.

Bjim.

@ChrisRibeiro

Shirley disse...

Eu já sou uma pessoa desprovida de paciência, mas com gente que se faz de coitado não tenho paciência nenhuma, e pode ter certeza de uma coisa são seres da pior espécie, mas como disse o Chris acima não vale a pena gastar tempo e nem atenção com esse tipo de gente.

Bordunga disse...

É uma pena que eles se permitam existir.

Beijo no coração.

Fernanda Marchioretto disse...

É amiga, os vampiros estão a solta (e infelizmente não os do tipo "Edward").
É pedir muita proteção e não se deixar roubar a energia. Pessoas assim não merecem uma só ruga da nossa preocupação.
Bjinho!

Bordunga disse...

Respondendo:

Ainda bem que há, tb, as felizes coincidências!

Beijooo

Ads Inside Post