quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Pensamentos traduzidos

Quero dizer tanta coisa, mas apenas meu silêncio que diz tudo. É no olhar que grito o mais puro sentimento que muitas vezes me faz perder o sono.
Na incógnita do seu propósito, viajo em pensamentos insanos, que muitas vezes julgo por mim, pela cegueira do meu egoísmo ao acreditar que tudo posso saber. Mas o meu inferno vira paz. Chega e traz de volta o mundo real com as mais simples palavras, incógnitas reveladas no mais puro olhar, no mais singelo sorriso. Pronto! Derreto como parafina aquecida e entrego como criança quando vê ao longe o pai chegar do trabalho.
Finjo muitas vezes não saber nada, mas ao fingir, ainda uso de minha petulância achando que tudo sei. Tento abanar meus pensamentos ruins para longe e só assim o terei mais perto de meus braços, só assim posso desfrutar do olhar que me protege e me ama. Só assim consigo ser feliz. Afinal, o que preciso é ser feliz, e não ter razão.

Um comentário:

Shirley disse...

Porque entre razão e emoção a saída é sempre fazer valer a pena, pois o que vale é ser feliz!

Ads Inside Post