sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Falta amar (o próximo)


Vivemos em um tempo que é muito difícil encontrar alguém que abra a mão da sua vaidade para amar o outro.

Essa vaidade é aquela que basta ser só amado. Mas não é bem assim. Só querer o amor é o mais triste egoísmo. 
No fim, as pessoas dormem sozinhas, porém, abraçadas com o amor próprio.
Erraram a dose. O amor próprio é fundamental, mas é preciso amar mais. É preciso amar também o próximo.

Nenhum comentário:

Ads Inside Post