terça-feira, 3 de abril de 2012

Me leve, bem leve

Me leve, bem leve ao seu coração
Transpira minh'alma perto do seu peito
Agarra minha cintura, entrelaça em minhas mãos
Enquanto acordo, sussurra um "bom dia" entre beijos

Me leve, bem leve à sua vida
Me coloque nos planos sem objeção
Hesita do futuro quando precisa crescer,
Mas não teme amar quando tem que aprender

Me leve, bem leve ao crescimento
Faz-me menina e mulher com singelos gestos
Brinca, sorri, apronta e gargalha como criança
Braveja, alerta, enloquece em instantes de fúria como gente grande

Me leve, bem leve ao teu sorriso
Parece tão adulto, mas tão menino,
Logra-me com o seu doce olhar, 
Mas não me surpreende com um simples toque

Me leve, bem leve ao teu abraço
Teu corpo um enlaço,
Cura, abriga e consola
Ama, beija,
Não vai embora

3 comentários:

Bordunga disse...

Uma graça... Tão leve qt uma folha qd se desprende da árvore.

Beijo grande, lindona.

Shirley disse...

Que lindo Cris! amo poesias é isso me leve, bem leve...

Cris Paulino disse...

Que bom que gostaram! ;)

Ads Inside Post