quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Milhares de passos, um único destino

Todos nós temos um caminho a seguir, distanciamos da família, de amigos e às vezes é necessário até mudar o emprego. Já não somos mais aquela criança que no dia 12 de Outubro acorda com um presente do lado da cama. Hoje somos o adulto que trabalha, esforça para presentear alguém.
Sentimos saudades dos velhos amigos de infância que não jogam mais "Stop" conosco, comemos doces de criança escondidos, nos limitamos as regras do jogo, e não é apenas qual a letra jogar.
Trocamos muitas vezes noites de sono para pensar em projetos ou executar os trabalhos, tanto de faculdade quanto empresarial. Falar sozinho já não é mais com o amigo invisível, é sinal de loucura, estresse.
Toda essa metamorfose natural da vida surge devido aos nossos objetivos e ideais. Deixamos de lado as bonecas, o fliperama, as tardes a toa com os amigos para sermos adultos, construir um nome, uma profissão para que possamos sustentar a nós e uma família. Aí, quando alcançamos nossos objetivos, estamos prontos para morrer.

E tenho dito



5 comentários:

Lemão disse...

que nostálgico.

Cris Paulino disse...

Rsrsrs... realmente
OBrigada pela visita!!

Shirley disse...

Na vida tudo são fases, e realmente tudo passa, mas o que nos acompanha é sempre o essencial e verdadeiro...E vamos a luta e encarar um leão por dia.

Bordunga disse...

Nossa, é bem por aí. Amei a lembrança do "stop", tudo de bom!

Ah, eu sou fiel a tudo o que eu gosto!

Beijo grande, lindeza.

Guiga disse...

Eu sempre penso nessas coisas, às vezes me entristeço, maas é assim que as coisas são.

"Pousei" no seu blog hoje...estou adorando e seguindo!
beijo =)

Ads Inside Post