terça-feira, 24 de maio de 2011

Quando o príncipe vira sapo

Ele chegou. E chegou lindo.
Em cavalo branco e em passos largos. Olhar fixo nos olhos e as mãos passeando em meu rosto. Mãos que habita na minha pele, dedos que entrelaçam nos meus e a eterna vontade de ficarmos juntos.
Não há despedidas rápidas. Há muita vontade. Muita vontade.
- Não consigo ir embora. Entra, depois eu vou.
- Não consigo entrar. Vai embora que depois eu entro.
E assim vão os próximos minutos, horas...
E a despedida com a certeza da volta tem virada de pescoço, um sorriso e beijos jogados ao vento.
Entre abraços longos e promessas sinceras. Entre espera e a chegada. Eterna conquista. Eterna conquistada.

Saudade gostosa que será "matada". Saudade. Saudade.
A volta da espera e a ida inesperada. Verdades ocultas.
Partida. Telefone em silêncio. Rua vazia. Noite gelada.
Ele partiu. E partiu feio.

4 comentários:

Shirley disse...

Ele partiu, mas se tiver que ser, vai voltar, se não um dia o verdadeiro voltará em seu cavalo e já nos levará para o seu castelo, lindinho o texto Cris embora no final ele tenha partido...

Tatiana Moreira disse...

Conheço alguns que também viraram sapo...rsrs

_________________________________

Você faz parte da alegria que eu estou sentindo... Por essa razão conto com a sua presença em meu blog, participando do sorteio que será realizado!
Sinta-se carinhosamente abraçada.

Carol Viana disse...

O final "sapo" ´mais do que clichê.. é fato... !!!!

Beijos lindona

Bordunga disse...

Cris,

muito obrigada pelo seu carinho sempre presente. Vc é uma queridona!

Lendo seu post, lembrei-me do sonho que tive com vc, por incrível que pareça, acho que pq li seus comentários e em seguida fui dormir.

Sonhei que vc estava casando e eu e a Si estávamos entre as convidadas, tinha um lance com o buquê, que eu queria pegar e vc queria que eu pegasse... Coisas de sonho! O mais legal foi me deparar hoje com esse seu post.

Coisas da vida.

Beijo no coração.

PS: No sonho seu príncipe não virava sapo, viu? ;)

Ads Inside Post