domingo, 15 de maio de 2011

Cobranças

É a era do egocentrismo. "Eu sou assim, eu não vou mudar e ME aceite quem quiser".
Somos isentos de qualquer culpa quando o outro está sofrendo, magoado ou perturbado.
Somos culpados por agir certo, por sermos pontuais e por amarmos de verdade.
Somos julgados pela audácia, por falar o que sente e por ter medo de fazer o mal.

Quem se importa com a gente? E com quem nos preocupamos? 
Se eu tenho saudade, eu ligo. Se eu amo alguém, eu falo.

Cansada das pessoas, dos seus interesses e de suas falsas saudades.

E tenho dito!

4 comentários:

Shirley disse...

Sabe Cris eu sou o tipo de pessoa que demonstra o que sente, fala o que pensa e as minhas ações são de acordo com aquilo que acho e penso, de acordo com os meus princípios.
E eu aprendi uma coisa: Pessoas vão te amar por aquilo que você é, outras vão te odiar pelo mesmo motivo e além de te odiar vão te julgar, falar mau, não se trata de egocentrismo, mas eu me importo com as pessoas que realmente tem relevância na minha vida, pessoas que eu realmente amo, o resto, pra mim, na boa, é sempre o restoque tem direito de pensar o que quiser de mim...

Luciana Stabile disse...

Assim como já havia comentando, por um longo tempo eu cobrei a saudade verdadeira das pessoas, dos próximos.

E a vida me surpreendeu e deu um tapa na minha cara, me colocando em prova e mostrando que EU tbm ja fiz isso.
Inventei saudades por pura carência de atenção.

Foi assim que eu entendi que a amizade não se cobra, que se tem ou não.
Depois que a gente percebe isso, sofre menos por pessoas que não nos dão a devida importancia.

É ruim ser adulto, né? rs

beijo! ;)

Fernanda Marchioretto disse...

Sofremos mais por ser assim, mas vale a pena.
E eu amo você... de verdade! =)
Beijo!

Bordunga disse...

E continue dizendo, pq fala muito bem! Como diria uma grande amiga minha "acorde arrependido, mas não durma com vontade!".

Beijo enorme no coração.

Ads Inside Post