sábado, 26 de março de 2011

O Que é Personalidade?

Hoje acordei com essa frase:

"Não vou deixar de ser eu para ganhar aplausos. Sucesso para mim é ser assim, exatamente como sou: EXTREMAMENTE FELIZ!"

Muitas vezes surtamos, nos deprimimos e temos crise existencial. E nos enchemos dessas perguntas: "Quem sou?" "Para onde vou?" e principalmente: "O que será mim?"

Eu tenho crença de que todos nós temos um papel a cumprir nesse espetáculo chamado: VIDA!
Mas somos cobrados a todo momento! Somos cobrados pela sociedade padrão, pelos que não seguem padrão nenhum e principalmente somos cobrados por nós mesmos.
Há dois tipos de cobranças: a construtiva e a "pé no saco" - embora eu não tenha um, mas imagino que dói.
As cobranças construtivas vêm de amigos próximos, chefes e família, pessoas que nos querem bem e felizes.
Cobranças que exigem de nós aquilo que podemos alcançar sozinhos ou com ajuda dessas pessoas queridas.

Mas as cobranças "pé no saco" já um assunto para falar por horas. Começando pelo meu vocabulário: "pé no saco". Eu não sou de medir muito as palavras, a menos que, seja para evitar ofender a moral de alguém, caso contrário: falo mesmo!
Me sinto extremamente mais magra quando eu desabafo e falo o que penso!! "Ufa!!! Já posso colocar aquela calça que estava me apertando!"

Não gosto de ser cobrada pela moda, pelo o que escrevo, que falo e que penso. Ouço todas as críticas, as que forem úteis para mim, eu tento melhorar. Mas quem decide o que é útil ou não sou eu, ok?

Todos nós sabemos que a vida é um eterno aprendizado. E eu tenho aprendido muito com as pessoas. Tenho amadurecido a ideia de comportamento, mas porque acho que convém a mim. Sou feliz por ser amada por uns e odiada por outros. Amo os meus amigos por me darem forças e procuro ter os meus inimigos próximos por autodefesa. Os inimigos muitas vezes não gostam de nós porque somos bons demais ou ruins demais, basta saber filtrar. Sou metade da laranja e a metade do limão. Posso ser doce como mel e salgada como bacalhau cru.
Gosto de agradar as pessoas quando gosto de verdade e não para ter algo em troca. Elogio quando sei que vou ser sincera, senão meu silêncio predomina. Detesto o: "Também". O também te amo, também te adoro e o também senti sua falta. Você me adora? Fico feliz porque é recíproco ou não!

Não tenho medo de me expressar, de opressão e nem de perseguição. Gosto de correr riscos e de surpreender. Não gosto de ser previsível. Hoje sou assim, amanhã mudo de ideia e pronto!

"Se eu for eu vou assim, não vou trocar de roupa. É minha lei."

5 comentários:

Bordunga disse...

"Ninguém merece ser só mais um bonitinho
Nem transparecer, consciente, inconsequente
Sem se preocupar em ser adulto ou criança
O importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você"

Pensei nessa canção ao ler seu texto, em especial nesse trecho.

Fernanda Marchioretto disse...

Personalidade é ISSO! Se assumir sem nenhum pudor e se reconhecer em erros e fraquezas.
Fã incondicional sua!!!
Big beijos!

Shirley disse...

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo, sobre o que é o amor, sobre o que eu nem sei quem sou...
Se hoje eu sou estrela amanhã já se apagou, se hoje te odeio, amanhã lhe tenho amor, lhe tenho horror eu faço amor, eu sou um ator...
Sim sou uma atriz, mas não deixo de ser quem eu sou, de querer estar onde estou, personalidades, adorei o texto e me identifiquei muito com ele, muito mesmo.

Julliany kotona disse...

É verdade amiga temos que ser quem somos,não importa o que digam da gente somos o que queremos ser e aceitar é ser feliz.personalidade é ser você sem medo da opinião alheia.bjooooooo de bom domingo.

Patrícia disse...

Isso mesmo!

Beijo

Ads Inside Post