sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O pouso da borboleta

Hoje de manhã tive um dia de Branca de Neve. Mas não mordi nenhuma maçã e muito menos tive o beijo do príncipe encantado.
Como toda manhã antes de entrar ao trabalho, vou a uma praça aqui perto e fico lá observando a natureza por uns minutinhos (twittando também). Mas hoje foi especial. Uma sensação boa. Do nada aparece um cachorro, de porte médio, raça desconhecida (por mim), cor bege e meio peludo, deita ao meu lado e tira uma soneca. E eu sou apaixonada por cachorros. Pouquíssimos minutos depois, vem uma linda borboleta, colorida, mas com a cor amarela prevalecendo, pousa sobre o meu ombro DIREITO.
Isso despertou em mim um sorriso. E acredito que isso basta. Começar a manhã com o pouso da borboleta foi inspirador para mim... E lembrando: Hoje é sexta-feira.
Beijo moçada!

E tenho vivido!

3 comentários:

Chris Ribeiro disse...

"A diferença entre a vida e as borboletas é que já nascemos dentro de um casulo. Mas só descobrimos que precisamos sair dele para viver quando estamos próximos de morrer."
[Alesi Mendes]

Que bom que pensa assim, trenzim!
Adorei o texto!

Bjim.

@ChrisRibeiro

Édina Cunha disse...

Nossa que lindo jeito de se começar o dia Cris, eu amo borboletas, são verdadeiros presentes de Deus!

Adorei o post, ótimo final de semana
Beijos apimentados

Juliana disse...

Que lindo Cris!! Se eu não tivesse medo de borboleta eu ia ficar assim como vc! Sou apaixonadinha rsrs

Beijos

Ads Inside Post