domingo, 27 de fevereiro de 2011

Depois reclama que tá gorda

Pois é... Acreditem que foi exatamente isso que um bêbado falou para uma moça em um carrinho de lanche em plena madrugada de sábado.
Estava eu sozinha esperando um táxi, sentada em uma cadeira em um carrinho de cachorro-quente. Quando um senhor de aproximadamente 45 anos, em estado excessivamente alcoolizado, até que bem vestido, meio revoltado com a vida por não ter entrado no PORCADA 77!
Falou mal dos paulistas... Mexia com um e mexia com outro... até que ficou um pouco quieto.

Começou a chover e as pessoas que estavam presentes no carrinho de lanche se concentraram debaixo do coberto. Uma moça ficou de fora porque não conseguia carregar a bolsa, a cadeira e o lanche ao mesmo tempo, até que aquele senhor, com o teor alcoólico elevado, pegou a cadeira para a moça sentar, e em estilo Ronaldo Esper (clique aqui para lembrar), deu uma alfinetada no namorado da moça que estava presente naquele local:
"Seu namorado é um bunda mole mesmo, nem para te ajudar. Não se faz mais homem como antigamente."


Acredite que ele teve a coragem e AUDÁCIA em dizer aquilo com o namorado da moça presente.
Ainda bem que não houve nenhuma briga. Ignoraram-no.
Ele começou a resmungar palavras que eu não conseguia entender muito bem. Eu percebia que as pessoas ali presentes não estavam gostando muito da situação. Uma moça até falou: "Não tenho paciência pra gente bêbada não."
Passado mais uns minutinhos, eis que ouço este "ser" se direcionar para a mesma moça que disse que não tinha paciência pra gente bêbada:
"Isso, coloca bastante maionese no lanche. Por isso que ta gorda. Fica aí colocando um monte de maionese. Onde já se viu?! Depois reclama que tá gorda."
Era muita maldade naquele momento eu soltar uma gargalhada. Por isso me contive. A situação foi engraçada, não pelo fato de ele ter dito a verdade (ela estava acima do peso), mas pela coragem de dizer isso para uma desconhecida. Eu olhava para os amigos dela e percebi que todos queriam rir. Ainda bem que ninguém perdeu a paciência com aquele indivíduo engraçadíssimo. Apesar de tudo, ele teve a "consciência" de sair do local após essa pérola.

Mas a verdade é que criança e bêbado não mentem.
E aí galera, vai uma maionese aí?

8 comentários:

Fernanda Marchioretto disse...

kkkkkkkkkkkkkkk se fosse pra mim eu me atirava naquela avenida na hora!!!!

Netinho Eneias Negralha disse...

AHAHAHAHAHA #BEBADOWINS

Shirley disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK rolei de rir, muito bom Cris, relamente bebado e criança não mentem,eu fico imaginando a cena...

Carol Viana disse...

Criança e bêbado não mentem...kkkkkkkkkkkkkkk.... mas eu tacava o lanche na cara dele... ah tacava!...kkkk

Bordunga disse...

Olha, eu concordo com a Fernanda, pq se fosse para mim me jogava junto com ela na avenida... kkkkkkkkkkkkkkkk

Cada uma... rs

Beijo grande, querida.

Marcelo Targon disse...

boa tarde
estou visitando e conhecendo blogs interessantes como o seu.

espero sua visita no meu blog assim que pder ok?

Deus abençoe
Marcelo

www.marceloibl.blogspot.com

Estrategia Digital disse...

hahahahhaha

Juliana Buosi disse...

Eu ri alto.. Queria conhecer esse cara! kkkkkkk

O namorado da fulana era mesmo um frouxo e a gordinha estava gorda mesmo... kkkkk

Ads Inside Post